Grupo do senador fechou apoio ao coronel no início da semana, antes da prisão

Em vídeo no Youtube, o ex-deputado Neodi fecha compromisso de apoio do grupo de Acir com o coronel.

Tudorondonia
Publicada em 11 de October de 2018 às 11:43
Grupo do senador fechou apoio ao coronel no início da semana, antes da prisão

 Marcos Rocha, Neodi e  o empresário Zé Jodan, candidato a vice: reunião para fechar apoio do grupo de Acir Gurgacz ao coronel

A campanha do Coronel Marcos Rocha (PSL), candidato a governador de Rondônia, sofreu uma baixa com a prisão do senador Acir Gurgacz (PDT) na noite desta quarta-feira, no Paraná, onde o político se apresentou à Polícia Federal para iniciar o cumprimento de sua pena de quatro anos de prisão por crime contra o sistema financeiro nacional.

No início da semana, Marcos Rocha gravou um vídeo recebendo o apoio do grupo político do senador que disputou as eleições impugnado e não teve os votos validados pela Justiça Eleitoral.

No vídeo, o candidato a vice na chapa de Acir, o ex-deputado estadual Neodi Carlos, aparece dizendo que estava ali em nome do senador para fechar um compromisso do grupo político por ele representado com a candidatura de Marcos Rocha.

Provocado por Marcos Rocha, Neodi afirma que, em troca do apoio do grupo de Acir Gurgacz, o único compromisso do candidato ao Governo será “trabalhar pelo crescimento de Rondônia”.

Marcos Rocha foi ex-secretário municipal de Educação de Porto Velho na gestão do então prefeito Mauro Nazif (PSB) e secretário estadual de Justiça no Governo de Confúcio Moura.