Homem é preso com carro roubado e entrega comparsa que estava com dois quilos de cocaína

Os suspeitos Paulo Aparecido da Fonseca, 42 anos, e Laurisson Nascimento Pereira Da Silva, 28 anos, foram presos acusados pelos crimes de tráfico de drogas e receptação de veículo roubado na tarde de quarta-feira  (19).

Da reportagem do Tudorondonia
Publicada em 20 de abril de 2017 às 09:06
Homem  é preso com carro roubado e entrega comparsa que estava com dois quilos de cocaína

Porto Velho, Rondônia - Os suspeitos Paulo Aparecido da Fonseca, 42 anos,  e Laurisson Nascimento Pereira Da Silva, 28 anos, foram presos acusados pelos crimes de tráfico de drogas e receptação de veículo roubado na tarde desta quarta-feira  (19).

Um carro modelo Pálio roubado e aproximadamente 2 kg de cocaína estavam  na  posse dos acusados. De acordo com informações dos policiais militares, o núcleo de inteligência da PM, recebeu informações de que um suspeito estava passando na BR com Campos Sales,  sentido a cidade de Guajará-Mirim,  e que o veículo,  roubado,  supostamente estaria sendo levando para Bolívia para ser trocado por drogas.

Logo os policiais se deslocaram para BR e no km 21 o veículo o condutor foi abordado bem na entrada que dá acesso a um balneário. Dentro estava o suspeito Laurisson,  que, segundo a polícia, teria confessado  que receberia 300 reais para levar o carro até Guajará-Mirim, mas não disse para quem. E confessou ter pegado o veículo em uma residência localizada na  travessa Mandim, bairro Lagoa, região leste da capital.

Os polícias se deslocaram ,  montaram campana com apoio do Núcleo de inteligência e surpreenderam o suspeito Paulo , que estava chegando em uma motocicleta com uma sacola. Dentro da sacola  foi encontrada a droga  (cocaína) que pesou  mais de 2 quilos. Diante dos fatos,  foi questionado sobre o veículo que ele havia dado para o comparsa levar para Bolívia e, de acordo com a polícia,  disse ter comprado o carro por 1.000 reias e que o veículo, furtado  em uma residência , seria trocado por dois quilos de drogas na Bolívia. Eles receberam voz de prisão e foram conduzidos para Central de Flagrantes.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook