Lei que subsidia tarifas vai evitar colapso do transporte coletivo de Porto Velho, diz vereador Fogaça

A queda na arredacação pode levar a empresa a rescindir o contrato e contratar outra empresa não será tarefa fácil”, disse Fogaça. 

Assessoria
Publicada em 06 de abril de 2021 às 20:37
Lei que subsidia tarifas vai evitar colapso do transporte coletivo de Porto Velho, diz vereador Fogaça

Porto Velho, RO - O projeto 4144/2021, que autoriza o Município a subsidiar as tarifas dos coletivos urbanos de Porto Velho até dezembro desse ano, foi aprovado hoje pela Câmara Municipal de Porto Velho por 19 votos favoráveis e duas abstenções. O projeto é de autoria do Executivo Municipal e o valor subsidiado será de quase R$ 6 milhões. 

Ao comentar o voto favorável dado ao projeto, o  presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), Everaldo Fogaça (Republicanos), disse que o subsídio foi necessário para evitar que a concessionária vencedora da licitação do transporte público rescindisse o contrato, trazendo prejuízo ao sistema de transporte. 

“Quando o monopólio das antigas empresas foi quebrado através do distrato do contrato em 2013, Porto Velho passou anos para licitar e fazer um novo contrato, fato que foi muito noticiado na imprensa e de conhecimento da Câmara. A queda na arredacação pode levar a empresa a rescindir o contrato e contratar outra empresa não será tarefa fácil”, disse Fogaça. 

Segundo o vereador, a Associação Nacional das Empresas de Transportes, a pandemia levou ao agravamento de 30% da demanda de passageiros nas principais cidades do País e, em Porto Velho a situação não é diferente. “Há estudos no setor divulgados no ano passado que indicam que a pandemia afetou aproximadamente 80 milhões de passageiros de baixa renda em todo o País”, ressaltou. 

Pelo projeto que foi aprovado hoje, a tarifa no mês de abril será gratuita e custará n os meses posteriores R$ 1 de maio a julho de 2021; R$ 2 de agosto a outubro de 2021 e R$ 3 novembro a dezembro de 2021.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Carlson Lima 07/04/2021

    O Covid vai fazer a festa. Iniciativa boa, mas não é o momento apropriado, esse seria o momento de tentar frear o covid e não facilitar o contágio pelo vírus nos coletivos públicos. Nossos gestores públicos que não cansam de fazer merda e quando acertam erram ao mesmo tempo. Boa sorte usuário!

  • 2
    image
    Carlos Puruna 07/04/2021

    Excelente iniciativa! Lembrando que o transporte público é um serviço considerado essencial e DEVE SER PRESTADO, DIRETAMENTE OU SOB CONCESSÃO, pelo Poder público. Garantia constitucional.

  • 3
    image
    andre 07/04/2021

    também sou empresario, tambem estou no limite, tambem quero subsidio. vergonha prefeitura fazer isso com o dinheiro do povo. estão subsidiando empresa privada, estão ajudando na campanha de marketing da empresa. vergonha, tomara que o TCE/RO, proiba essa palhaçada

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook