Mais de 1,5 milhão de equipamentos de proteção individual foram distribuídos para combater a Covid-19 em Rondônia

Dentre os EPIs, estão máscaras, viseiras, aventais, luvas, macacões cirúrgicos, toucas, óculos de proteção, álcool em gel, entre outros

Secom Fotos: Italo Ricardo Secom - Governo de Rondônia
Publicada em 23 de janeiro de 2021 às 09:44
Mais de 1,5 milhão de equipamentos de proteção individual foram distribuídos para combater a Covid-19 em Rondônia

Dentre os EPIs adquiridos e doados, estão máscaras, viseiras, aventais, luvas, macacões cirúrgicos, toucas, óculos de proteção, álcool em gel

Antes mesmo dos primeiros casos confirmados da Covid-19 em Rondônia, o Governo sempre esteve à frente e se preparou antecipadamente para que nada faltasse no Estado. Por meio de doações e aquisições, garantiu equipamentos de proteção individual (EPIs) como máscaras, viseiras, aventais, luvas, macacões cirúrgicos, toucas, óculos de proteção, álcool em gel, entre outros. Com tudo isso, o Estado manteve o estoque regular nos hospitais e nos órgãos de Segurança Pública, como a distribuição de mais 1,5 milhão de EPIs, tanto para unidades estaduais mencionadas, como para população carcerária, comunidade indígenas e toda a população em vulnerabilidade nos 52 municípios.

No início da pandemia, o Governo recebeu duas remessas de EPIs para os profissionais da Saúde atuantes na linha de frente contra a Covid-19. Os materiais foram comprados antecipadamente, muito antes de Rondônia apresentar casos.

Neste primeiro momento, foi dada prioridade às unidades hospitalares, encaminhado à Central de Abastecimento Farmacêutico de Materiais e Insumos Hospitalares, que realizou a distribuição para as unidades de referência inseridas no plano de contenção contra o coronavírus. Sendo beneficiados o Centro de Medicina Tropical (Cemetron), Assistência Médica Intensiva 24 horas (AMI), Hospital Infantil Cosme e Damião e o Hospital Regional de Cacoal.

Entre os demais EPIs, estavam as máscaras de fator de proteção PFF2, com garantia de 95% de eficiência de filtração de partículas maiores que 0,3µm (micrômetros), bem como de proteção N45. Inclusive, foram distribuídos kits para os profissionais que fazem a limpeza dentro das unidades de Saúde. Durante a pandemia, foram entregues máscaras do tipo face shieds, doadas por empresas e instituições.

Nesse contexto, em meio a propagação do coronavírus, o governo federal, por meio de seus ministérios, doou R$ 1 milhão em EPIs para serem distribuídos aos órgãos de Segurança Pública, com unidades de álcool etílico, aventais, máscaras descartáveis, entre outros. Além de muitas empresas que não mediram esforços neste momento de pandemia e entraram na onda da solidariedade, realizando doação de máscaras caseiras, confeccionadas com tecidos.

Governo recebeu remessas de EPIs com unidades de álcool etílico, aventais, máscaras descartáveis, entre outros

Já no combate ao coronavírus em aldeias indígenas, o Governo distribuiu EPIs a profissionais da Saúde e agentes comunitários de Saúde Indígena do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei), utilizados nas ações diretas nessas comunidades. Ainda assim, o Governo realizou, por meio do “Projeto Previna-se”, a entrega de máscaras de tecido reutilizáveis a 80 etnias indígenas.

O “Projeto Previna-se” utilizou recursos do Fundo Estadual de Erradicação da Pobreza (Fecop) para aquisição de equipamentos de proteção, abrangendo todas as regiões do Estado e beneficiando a população, como no residencial Orgulho do Madeira,  também disponibilizado para retirada gratuita nos escritórios da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia (Emater-RO).

No pico da pandemia, em meados de maio, o Governo manteve estoques de EPIs regulares para profissionais da Saúde em todas as unidades hospitalares do Estado e continua mantendo até hoje. Isso demonstra que o Estado tem atuado e exercido sua função com penhor, não deixando faltar nenhum equipamento de proteção individual ou insumo nas unidades do Poder Executivo, bem como tendo todo o cuidado com a saúde pública e a população.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook