Mandante de duplo homicídio é presa e diz que ordem era apenas para assustar casal

Segundo Francisca, ela foi casada há anos com João Paulo e não se conformava por ter sido trocada por uma mulher mais nova. Então, resolveu contratar algumas pessoas para dar um susto na mulher para que ela perdesse o bebê.

Comando 190
Publicada em 19 de março de 2017 às 19:40
Mandante de duplo homicídio é presa e diz que ordem era apenas para assustar casal

Ji-paraná, Rondônia - O crime aconteceu no começo do ano no município de Ji-Paraná. As vítimas, João Paulo Lopes de Carvalho, de 28 anos,  e sua mulher,  Jéfta Laureano de Freitas, de 24 anos, foram encontradas mortas dentro de casa, localizada na Rua Monteiro Lobato, no final do Bairro Boa Esperança. A mulher estava grávida de quatro  meses. 

Logo após o registro do crime, os Policiais Civis do Sevic da 2ª DP, sob o comando do Delegado Cristiano Mattos, começaram as investigações  e em menos de um mês conseguiram chegar até os criminosos que cometeram a barbárie, bem como a mandante.

De acordo com o Delegado Cristiano Mattos, a principal suspeita, identificada como Francisca da Conceição, de 51 anos de idade, foi presa escondida na cidade de Buriti e confessou o crime.

Segundo Francisca, ela foi casada há anos com João Paulo e não se conformava por ter sido trocada por uma mulher mais nova. Então, resolveu contratar algumas pessoas para dar um susto na mulher para que ela perdesse o bebê. Mas a situação acabou saindo do controle e os indivíduos acabaram executando o casal.

O delegado disse que todos os envolvidos já estão presos, alguns por outros crimes,  e tão logo  se encerrem as diligências, divulgará o desfecho desta investigação.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook