Morte do filho de ex-prefeito deixa legião de amigos inconformados: redes sociais de luto em Vilhena 

Jovem havia completado 22 anos no dia 03 de agosto.

Folha do Sul 
Publicada em 28 de agosto de 2017 às 10:58
Morte do filho de ex-prefeito deixa legião de amigos inconformados: redes sociais de luto em Vilhena 

Logo após a morte do jovem Luiz Eduardo Rover ser confirmada, seus perfis nas redes sociais se transformaram em murais de lamentações de dezenas de amigos. Até o momento, cerca de 100 pessoas já deixaram suas mensagens no perfil do rapaz, mostrando-se incrédulas com o ato criminoso. 

Luiz Rover havia completado 22 anos no dia 3 de agosto e, visto não ser muito afeito a atualizar seus perfis na internet, as últimas publicações ainda eram de amigos felizes desejando-o muitos anos de vida. Mensagens extremamente diferentes das que agora enchem sua página: “crime covarde”, “inacreditável”, “cruel” e “surreal” foram as palavras  usadas pelos mais próximos.

Nascido em 1995, Luiz Eduardo Rover era conhecido por sua calma e índole respeitável. Em conversa com amigos, a FOLHA escutou a frase “era um menino de bem” repetidamente. Seu ato heroico e trágico a intenção de proteger o pai também revelam a forte ligação que mantinha com sua família: esteve disposto a dar a vida (literalmente) por aqueles que amava.

Luiz Rover estudava administração na Avec (Associação Vilhenense de Educação e Cultura) e deixa a namorada, Júlia Grasso, de 20 anos, com quem mantinha um relacionamento já por 4 anos, desde julho de 2013. Estudioso, chegou a ser aprovado em Administração na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), mas preferiu ficar próximo à família. Católico e discreto, o estudante participou do grupo Galera 11, quando da reeleição de seu pai, em 2012, no entanto, era alheio às questões, e problemas políticos enfrentados por Zé Rover.

ÚLTIMAS CONVERSAS 

Menos de uma hora antes de sofrer os tiros que lhe tiraram a vida na noite de ontem, Luiz Rover, em uma de suas últimas conversas, falava da saudade em rever um de seus amigos. O encontro não chegou a acontecer. 

EMPRESÁRIO 

Luiz Eduardo Silva Rover tinha em seu nome registrado um hotel sob a forma de micro empresa Eireli (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada), fundada em 2016. A empresa está devidamente inscrita no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica e tem endereço no Setor 04 da cidade. Os registros dão conta de que a empresa possui capital social no valor de R$ 88 mil.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook