Município monitora serviços funerários na capital

Preparação de corpos para velórios e traslados precisa de capacitação profissional

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)
Publicada em 19 de agosto de 2021 às 17:01
Município monitora serviços funerários na capital

A Fiscalização de Posturas do Município monitora a prestação dos serviços funerários relacionados à tanatopraxia, que é a preparação dos cadáveres para os velórios e traslados.

O monitoramento leva em conta a utilização das técnicas de conservação de restos humanos.

Wellen Prestes, secretário da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), explica que a tanatopraxia faz parte do rol obrigatório de serviços prestados pelas funerárias de Porto Velho.

"Intensificamos a fiscalização tendo em vista que o serviço funerário é de caráter público e considerado essencial. A atividade pode ser delegada formalmente à iniciativa privada, através de permissão e mediante prévia licitação”, explica Prestes.

QUALIFICAÇÃO

Segundo o secretário, os procedimentos de conservação de restos mortais humanos devem ser executados por profissionais com qualificação específica comprovada.

Os fiscais municipais de posturas verificam procedimentos de higienização, tamponamento, utilização e descarte de produtos químicos e conservação de restos mortais humanos.

O diretor de Fiscalização de Posturas Urbanas, Christiann Lima, explica que o procedimento é obrigatório nos casos em que há velórios e traslados.

"A Fiscalização de Posturas busca garantir que os procedimentos, processos e produtos químicos para preparação do corpo mantenham a aparência natural, semelhante ao que apresentava em vida, para evitar que o cadáver se transforme em perigo para higiene e saúde pública. É obrigatório em razão das altas temperaturas da região", destaca.

Texto: Semusb
Foto: Leandro Morais

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook