Nota de esclarecimento - Energisa

O processo de distribuição de energia é fortemente regulado em todo o Brasil e os contratos e equipamentos usados aferidos pelos órgãos responsáveis

Assessoria
Publicada em 18 de outubro de 2019 às 18:26

Para preservar a lisura e a transparência do trabalho de aferição dos medidores da energia elétrica, que é direito dos clientes, a Energisa mantém contrato de prestação de serviço com o Instituto de Peso e Medidas (Ipem) ou outros órgãos autorizados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), referências em todo o país nessa atividade.

O contrato é público e o preço da taxa de serviços metrológicos definido na lei federal nº 9.933/99. É o mesmo praticado por qualquer cidadão brasileiro que possua contrato com o Inmetro/Ipem. O processo de distribuição de energia é fortemente regulado em todo o Brasil e os contratos e equipamentos usados aferidos pelos órgãos responsáveis.

A afirmação que está circulando nas redes sociais e em grupos de WhatsApp não procede e não foi dita no contexto em que foi divulgado. Por fim, a Energisa lamenta o fato de que informações inverídicas estejam sendo compartilhadas em um momento em que toda a população precisa de maior esclarecimento para que o propósito de melhor atendê-la seja alcançado. A empresa continuará prestando todos os esclarecimentos que forem necessários.

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

 
Winz

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

Programa Sala de Opinião, com o Dr. Aparício Carvalho

Programa Sala de Opinião, com o Dr. Aparício Carvalho

Neste Programa o Dr. Aparício Carvalho conversa com o Delegado Hélio Gomes, Secretário adjunto de Segurança do Estado, e com o Professor Cláudio Negreiros, Coordenador do Curso de gestão de Segurança Privada da Faculdade Metropolitana