O homem com fôlego de sete gatos

Quer queira, quer não queira. Goste ou não goste dele, a verdade é que Cassol está na disputa pelo comando do governo de Rondônia

Valdemir Caldas
Publicada em 15 de agosto de 2022 às 13:38
O homem com fôlego de sete gatos

Adversários do ex-governador e ex-senador Ivo Cassol até que torceram para vê-lo pelas costas, mas, por incrível que pareça, ele segue firme na corrida pelo governo de Rondônia, com chegada marcada para o próximo mês de outubro. Pelo visto, caíram do cavalo, mais uma vez. O homem conseguiu levantar, sacodir a poeira e dá a volta por cima, como diz aquela música da cantora Beth Carvalho.

Esse Cassol parece que tem fôlego de sete gatos. Quando muita gente achava que ele estava politicamente morto, só esperando deitar-se para ser enterrado, o homem aparece, acalma os corações mais angustiados, e diz: ainda não foi dessa vez. Vamos à luta! Era tudo o que seus aliados e correligionários queriam ouvir.

Numa situação politica como a que se acha Cassol, outro, em seu lugar, com certeza, já teria jogado a toalha e deixado o rinque, mas ele, não! Muito mais que o homem do chapéu, Cassol é o tipo do politico que cresce diante das dificuldades, o que, certamente, deve deixar seus adversários morrendo de inveja.

Quer queira, quer não queira. Goste ou não goste dele, a verdade é que Cassol está na disputa pelo comando do governo de Rondônia, para desespero de quem apostou que ele era carta fora do baralho. E a liminar? Pelo andar da carruagem, tão cedo será julgada. É possível (eu disse, repito, é possível) até que Cassol seja eleito, conclua o mandato e a decisão não saia. Já aconteceu uma vez. Ou não? Você quer ver? Então faça sua aposta, porque eu já fiz a minha. Posso até está enganado, mas as evidências não me levam para outro caminho.  

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook