RETICÊNCIAS POLÍTICAS - Os piores e os melhores desempenhos de prefeituras de Rondônia no enfrentamento do coronavírus

Apesar do assustador número de quatorze vezes mais infectados que Vilhena e sete vezes mais que Cacoal, a Prefeitura de Porto Velho não tem demonstrado o mesmo empenho e rigor em instituir e fiscalizar medidas de prevenção

Itamar Ferreira
Publicada em 18 de maio de 2020 às 13:05
RETICÊNCIAS POLÍTICAS - Os piores e os melhores desempenhos de prefeituras de Rondônia no enfrentamento do coronavírus

Levantamento realizado pela Coluna “Reticências Políticas”, considerando os 10 municípios com maior número de infectados, do Boletim da SESAU de 16/05, comparado com o número de habitantes, mostra a taxa real de contaminação em cada cidade. Estes dez municípios totalizam 1.831 ou 95% dos 1.918 casos divulgados oficialmente neste sábado (16).

Neste ranking, os três munícipios com maior número de infectados por 10 mil habitantes são: 1º Porto Velho com 28, 2º Urupá com 18 e 3º Ariquemes com 14. As três cidades com menor número de infectados por 10 habitantes são: 8º Ji-Paraná e Cacoal com 4 e 9º Vilhena com 2, planilha anexa.

Portanto, entre os dez municípios com maior número de infectados, proporcionalmente à população, Porto Velho com 28 casos por 10 mil hab. tem quatorze vezes mais contaminados do que Vilhena com apenas dois casos por 10 mil hab. e sete vezes mais do que Cacoal com quatro.

CACOAL

Pelo que esta Coluna concluiu, em um levantamento preliminar, a atuação mais firme das prefeituras tem sido decisivo para assegurar as menores taxas de contaminação. Um exemplo é a prefeitura de Cacoal, que tem posto em prática medidas como:

1) A Prefeita divulga boletins diários, inclusive com lives, através das redes sociais; 2) Barreiras sanitárias na Rodoviária e acessos a outros municípios, como Andreza; 3) Equipes distribuem máscaras e orientam sobre o distanciamento em locais públicos; 4) Casos diagnosticados são monitorados e já houve registro de Boletim de Ocorrência contra uma pessoa que desrespeitou a quarentena; e 5) Fiscalização permanente de comércios, tendo sidos multados neste sábado (17) dois supermercados.

VILHENA

É outro exemplo da diferença que faz a postura da Prefeitura na prevenção da contaminação do coronavírus. Apesar de estar na 9º, no ranking da planilha anexa, com o menor número de infectados por 10 mil hab, apenas dois, o Prefeito nesta semana endureceu as regras para evitar o avanço da contaminação.

A Prefeitura de Vilhena decreta nesta quarta-feira, 13 de maio, o nível de Emergência em Saúde Pública na cidade, o mais alto dos três níveis de alerta instituídos pela lei municipal n° 5.285. A mudança foi publicada no Diário Oficial de Vilhena. O documento, que entra em vigor em 18 de maio, traz também novas regras para restringir a circulação de pessoas entre as 11h da noite e 5h da manhã, bem como impedimentos de entrada em Vilhena para viajantes com sintomas de covid-19 que não morem no município”. Publicado em 14/05/2020, no link: https://www.rondoniadinamica.com/noticias/2020/05/circulacao-e-restringida-e-permanencia-de-sintomaticos-no-municipio-sera-impedida-a-partir-do-dia-18,74630.shtml

PORTO VELHO

Apesar do assustador número de quatorze vezes mais infectados que Vilhena e sete vezes mais que Cacoal, a Prefeitura de Porto Velho não tem demonstrado o mesmo empenho e rigor em instituir e fiscalizar medidas de prevenção.

A gestão da Capital tem se contentado com os Boletins diários da SESAU, que são meramente informativos.  Entrevistas diárias do prefeito, fiscalização de aglomerações, campanhas de conscientização, distribuição de máscaras, monitoramento da quarentena dos infectados, fiscalização e multa de comércios que descumprem medidas de prevenção? Não tem sido visto!

ARIQUEMES

Ariquemes, com quatorze infectado por 10 mil habitantes, sete vezes mais que Vilhena, adotou justamente medida oposta à desta última; ou seja, conseguiu da SESAU autorização para flexibilizar o seu enquadramento no Decreto Estadual de 13/05/2020:

Ariquemes estava na fase 1, ao lado de Porto Velho e Guajará-Mirim devido a quantidade de casos expressivos de casos (Ariquemes) e de casos e mortes (Porto Velho e Guajará). Agora Ariquemes se junta aos outros 49 municípios, podendo manter funcionamento de todas as atividades empresariais”. Publicado em 15/05 no link: https://www.rondoniagora.com/geral/ariquemes-sai-da-fase-1-do-distanciamento-social-controlado-e-pode-abrir-comercio-totalmente.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook