Singeperon contestará mudança de escala imposta pela Secretaria de Justiça de Rondônia

O embate entre o sindicato e a Secretaria de Justiça surgiu após o anúncio de que a escala de trabalho dos policiais penais seria modificada de 24x96 para 24x72

Fonte: Assessoria/Singeperon - Publicada em 13 de maio de 2024 às 15:05

Singeperon contestará mudança de escala imposta pela Secretaria de Justiça de Rondônia

O Sindicato dos Policiais Penais e Agentes de Segurança Socioeducativos de Rondônia (Singeperon) expressou sua discordância em relação à mudança de escala imposta pela Secretaria de Justiça e buscará judicialmente a suspensão da publicação que formaliza essa alteração.

O embate entre o sindicato e a Secretaria de Justiça surgiu após o anúncio de que a escala de trabalho dos policiais penais seria modificada de 24x96 para 24x72. O sindicato contesta essa mudança, ressaltando que a legislação vigente prevê especificamente três opções de escala, entre elas a 24x96, e não contempla a escala proposta pela Secretaria.

“A mudança não foi consentida pela categoria e houve um compromisso anterior por parte da Sejus de discutir o assunto com mais tempo. Além disso, o sindicato sempre defendeu a redução da carga horária para 36 horas semanais, conforme projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional, como alternativa viável que não requereria a diminuição da jornada de trabalho, mas sim sua readequação”, disse o presidente do Singeperon, Clebes Dias.

Diante da falta de diálogo e da imposição da mudança pela Secretaria, o Singeperon pretende recorrer à justiça para garantir os direitos dos servidores, buscando solução definitiva para a questão, que contemple os interesses dos trabalhadores sem prejuízos.

Singeperon contestará mudança de escala imposta pela Secretaria de Justiça de Rondônia

O embate entre o sindicato e a Secretaria de Justiça surgiu após o anúncio de que a escala de trabalho dos policiais penais seria modificada de 24x96 para 24x72

Assessoria/Singeperon
Publicada em 13 de maio de 2024 às 15:05
Singeperon contestará mudança de escala imposta pela Secretaria de Justiça de Rondônia

O Sindicato dos Policiais Penais e Agentes de Segurança Socioeducativos de Rondônia (Singeperon) expressou sua discordância em relação à mudança de escala imposta pela Secretaria de Justiça e buscará judicialmente a suspensão da publicação que formaliza essa alteração.

O embate entre o sindicato e a Secretaria de Justiça surgiu após o anúncio de que a escala de trabalho dos policiais penais seria modificada de 24x96 para 24x72. O sindicato contesta essa mudança, ressaltando que a legislação vigente prevê especificamente três opções de escala, entre elas a 24x96, e não contempla a escala proposta pela Secretaria.

“A mudança não foi consentida pela categoria e houve um compromisso anterior por parte da Sejus de discutir o assunto com mais tempo. Além disso, o sindicato sempre defendeu a redução da carga horária para 36 horas semanais, conforme projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional, como alternativa viável que não requereria a diminuição da jornada de trabalho, mas sim sua readequação”, disse o presidente do Singeperon, Clebes Dias.

Diante da falta de diálogo e da imposição da mudança pela Secretaria, o Singeperon pretende recorrer à justiça para garantir os direitos dos servidores, buscando solução definitiva para a questão, que contemple os interesses dos trabalhadores sem prejuízos.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

 
Winz

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook