Unidade de saúde Castanheira fará atendimento espontâneo

​​​​​​​Projeto-piloto que será implantado em abril mescla agenda programada com atendimento imediato.

Fonte: Semusa
Publicada em 14 de março de 2018 às 10:36
Unidade de saúde Castanheira fará atendimento espontâneo

A unidade básica de saúde Castanheira foi a escolhida pela Secretaria Municipal da Saúde (Semusa) de Porto velho para receber o projeto-piloto desenvolvido pelo departamento de atenção básica da Semusa, que tem o objetivo de reorganizar e ampliar o número de vagas ao usuário da rede primária.

O projeto-piloto consiste em garantir todos os dias atendimentos as necessidades do usuário não só com o atendimento agendado, ou aos que fazem parte de programas de promoção da saúde, como também oferecerá o atendimento espontâneo, ou seja, o atendimento imediato.

“A partir de abril a gente vai ter um modelo de agenda onde o usuário vai poder chegar na unidade em alguns horários especiais, vai apresentar a demanda dele para uma equipe de acolhimento e essa equipe vai classificar se ele vai ser atendido na hora ou agendado. Antigamente só o agente comunitário tinha a agenda e colocava para equipe atender, agora isso vai acabar. Porto Velho vai ter uma ampliação de acesso e o usuário vai sair da unidade com a garantia de atendimento nas unidades básicas de saúde”, explicou Marcuce Antônio, diretor da atenção básica.

A mudança tem o objetivo de fortalecer o atendimento na rede básica e atender uma determinação do secretário de saúde de Porto Velho, Orlando Ramires, que tem implementado junto aos departamento ações para corrigir falhas e garantir ao usuário amplo acesso na rede primária, de forma a absorver a demanda que tem sobrecarregado as UPAs.

Durante toda a manhã de terça-feira (13) os servidores da unidade básica de saúde Castanheira, desde o vigilante ao médico, estiveram participando de uma oficina organizada pelo departamento de atenção básica, que já vem desenvolvendo desde o início de fevereiro diversos treinamentos, para implantação do projeto-piloto.

Mais um treinamento será realizado no fim de março para os servidores com foco no desenvolvimento do atendimento ágil, acolhedor e humanizado para que as equipes estejam aptas na hora de avaliar cada atendimento, que poderá ser feito de duas formas distintas: demanda espontânea que podem ser programadas e a demanda espontânea com casos de atendimento imediato.

A UBS Castanheira inaugurou em 15 de dezembro, também com outro projeto-piloto, o plantão corujão. Em três meses de corujão a unidade já atingiu a marca de quatro mil atendimentos noturnos.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook