Cinco dicas para aumentar a libido

Rotina saudável pode ser excelente aliada no processo.

Andressa Vilela
Publicada em 21 de fevereiro de 2019 às 16:57
Cinco dicas para aumentar a libido

As relações sexuais são consideradas parte importante na manutenção da qualidade de vida de grande parte das pessoas. Por isso, dedicar atenção à libido sexual pode ser um elemento significativo na busca pelo bem-estar individual.

As principais causas da falta de libido sexual são distúrbios emocionais e hormonais. Entre os homens, o problema geralmente está relacionado ao aumento da prolactina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar após a relação sexual, e à deficiência no fluxo de sangue na região peniana, condição que causa ereção insuficiente.

O urologista e fundador da Lifemen®, rede de clínicas que reúne serviços especializados na área de saúde sexual masculina, Dr. Emilio Sebe Filho, recomenda visita regular a um médico especialista para a realização de exames que possam identificar os níveis de prolactina e fluxo de sangue no organismo. “Tais desequilíbrios podem ser causados inclusive por doenças como diabetes, anemia e hipotireoidismo”, ressalta.

Abaixo, o especialista pontua cinco maneiras de aumentar a libido sexual masculina.

Ser saudável, ativo e ter alimentação balanceada

Para se ter um desejo sexual constante, é preciso que o organismo funcione corretamente. Isso significa, por exemplo, ter exames em dia, praticar atividades físicas regulares e se alimentar saudavelmente. “Quando esses aspectos estão desregulados, é normal que o homem comece a manifestar, involuntariamente, problemas na qualidade da vida sexual”, explica Dr. Emilio.

Consumir alimentos afrodisíacos

Alimentos afrodisíacos são aqueles capazes de promover maior circulação sanguínea na região sexual ou estimulação direta de hormônios. Bons exemplos são: amendoim, leguminosa rica em vitamina E, vitamina do complexo B e arginina; e maca peruana, vegetal com grande valor nutritivo, responsável por uma elevação do trabalho do metabolismo corporal.

Sair da rotina e ser mais criativo

Em muitos casos, a queda da libido sexual pode estar relacionada à manutenção de certa rotina dentro do relacionamento. Nesse cenário, a mudança nos hábitos diários e sexuais pode reacender o desejo.

Controlar o consumo de álcool

Alguns homens sofrem com a falta ou queda de libido sexual por conta do consumo excessivo de álcool. A bebida pode aumentar confusão mental, desânimo e sono, resultando em uma queda no desejo sexual.

Buscar auxílio médico

A falta ou queda de libido também pode estar ligada a fatores biológicos e metabólicos. O aumento da prolactina e o déficit no fluxo de sangue podem ser causas, assim como fatores emocionais. “Por isso, caso a falta de libido não seja revertida com os hábitos indicados acima, é recomendável que se procure um especialista no assunto, que possa investigar a questão e recomendar o tratamento indicado para cada caso”, conclui o urologista.

Sobre a Lifemen®

Fundada pelo Dr. Emílio Sebe Filho, a Lifemen® é uma rede de clínicas que reúne serviços especializados na área de saúde sexual masculina. Há 10 anos no mercado, possui nove unidades nas cidades de São Paulo, Guarulhos, Santo André, Campinas, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Rio de Janeiro e Brasília, e cerca de 120 colaboradores. Com um serviço personalizado para cada paciente, a Lifemen® conta com profissionais e tratamentos de alta qualidade, além da garantia de sigilo e privacidade.

https://www.lifemen.com.br

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook