Ex-senador Expedito Júnior admite trocar PSDB por PSD; “Fato Cassol” impõe compasso de espera em candidaturas e alianças

“O nosso candidato a governador é o Marcos Rogério”

Folha do Sul
Publicada em 15 de janeiro de 2022 às 15:46
Ex-senador Expedito Júnior admite trocar PSDB por PSD; “Fato Cassol” impõe compasso de espera em candidaturas e alianças

Em entrevista exclusiva ao FOLHA DO SUL ON LINE, o ex-senador Expedito Júnior admitiu que, tanto ele quanto o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, devem trocar o PSDB pelo PSD nos próximos dias. O deputado Expedito Netto, filho do ex-parlamentar, já é filiado ao partido.
 
Apesar da provável mudança, Expedito, que se articula para retornar ao Senado, nega que o PSD ou ele próprio estejam discutindo um eventual distanciamento do senador Marcos Rogério, que deve se filiar ao PL para concorrer ao Governo de Rondônia.
 
“O nosso candidato a governador é o Marcos Rogério, e só vamos começar a discutir outra alternativa se ele disse que não quer concorrer”, garantiu Expedito, diante das especulações de que ele concorreria ao Senado, tendo Hildon como postulante ao Palácio Rio Madeira em 2022.
 
FATOR CASSOL

Tanto a disputa majoritária quanto o Senado e as alianças partidárias estão em compasso de espera enquanto o ex-governador Ivo Cassol (PP) não decide oficialmente se entrará na disputa.
 
Caso encare mesmo a empreitada, entrando na briga com pendências judiciais, Cassol terá em seu palanque, brigando pelo Senado, a irmã Jaqueline Cassol, que não pretende disputar a reeleição.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    SOCORRO 17/01/2022

    Nem ditaHildon, nem os que já passaram!

  • 2
    image
    Carlos 16/01/2022

    Está se desenhando só tranqueiras para disputar o governo de Rondônia. Precisamos sair do estado apenas agrário e destruidor das florestas para industrialização, fortalecimento da Educação, Ciência e tecnologia além do turismo sustentável.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

Redação do Enem

Redação do Enem

Esta é uma redação que escrevi na prova do Enem, e fui regiamente contemplada com um colar de muitos zeros e de muitas voltas