Integrante do MP é agraciado com o título de 'Cidadão Honorário de Porto Velho'

Na abertura da sessão, o Presidente da Casa de Leis municipal, Vereador Márcio Pacele, disse que o homenageado se destaca há anos por sua conduta e sua atuação junto ao Ministério Público

Gerência de Comunicação Integrada (GCI)
Publicada em 29 de novembro de 2023 às 11:27
Integrante do MP é agraciado com o título de 'Cidadão Honorário de Porto Velho'

Em sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Porto Velho, realizada na tarde desta terça-feira (28/11), o Subprocurador-Geral de Justiça Administrativo, Procurador de Justiça Héverton Alves de Aguiar, foi homenageado com o título de “Cidadão Honorário”, pelos serviços prestados à sociedade rondoniense.

Na abertura da sessão, o Presidente da Casa de Leis municipal, Vereador Márcio Pacele, disse que o homenageado se destaca há anos por sua conduta e sua atuação junto ao Ministério Público para auxiliar a comunidade de Rondônia, promovendo uma contribuição ímpar para o crescimento e desenvolvimento da cidade e do Estado.

O autor da propositura, aprovada pelos parlamentares, Vereador Júnior Queiroz, iniciou sua fala abordando um breve currículo do Procurador de Justiça, desde sua formação acadêmica e avançando por sua ascendente e brilhante carreira no MPRO, bem como sua atuação, que o coroam merecedor de toda homenagem.

Com um poema de sua autoria, que reverencia a “importância de sonhar sempre para realizar”, Héverton Alves de Aguiar iniciou seu discurso saudando o Procurador de Justiça Abdiel Ramos Figueira, que estava presente, juntamente com alguns servidores da instituição. Também cumprimentou os componentes da Câmara de Vereadores, membros da Maçonaria, que também o prestigiaram, e demais pessoas no plenário.

O homenageado seguiu rememorando sua adolescência, as escolas pública onde estudou e as tantas profissões que exerceu, trabalhando desde cedo. Enfatizou algo fundamental na sua vida: nunca ter deixado de sonhar e de alimentar as suas esperanças de que dias melhores viriam, e eles vieram. “Até chegar a este momento auspicioso, festivo e ufano, quando os representantes do povo de minha terra, da minha Porto Velho, me dedicaram esse título, que me faz ter a consciência lúcida de que tudo valeu a pena”, ponderou.

Ao finalizar, lembrou que todos os esforços, todas as angústias, todos os sofrimentos não foram capazes de afastá-lo dos sonhos. Discorreu ainda sobre a grandeza do título, enaltecendo que etimologicamente, a palavra honorária, oriunda no latim, tem em seu significado a palavra de honra, a honradez, ligada à ética e à moral, virtudes que sempre buscou em sua vida. “Quero por isso agradecer a todos pela homenagem. O maior agradecimento está na frase que não foi dita, no verso que não foi escrito. O verdadeiro agradecimento está na alma e só quem acredita, tem capacidade, sensibilidade e coragem de espiar pela janela do coração consegue perceber o tamanho da gratidão”, concluiu o Procurador de Justiça.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook