Mais luz nas cidades e respeito ao meio ambiente

Além do apelo ecológico, proporcionam cidades melhores e mais iluminadas

Marcellus Campêlo
Publicada em 17 de agosto de 2022 às 12:23
Mais luz nas cidades e respeito ao meio ambiente

Uma mudança significativa começa a ser operada na região Norte, mais precisamente no interior do Amazonas, com impacto direto no meio ambiente. O Governo do Estado está implantando, desde maio, o Programa Ilumina + Amazonas, substituindo as lâmpadas de vapor de sódio e de mercúrio, por luminárias de LED, tecnologia que, além de moderna e proporcionar maior luminosidade, não agride o meio ambiente, ao contrário das que eram tradicionalmente usadas.

Além do apelo ecológico, proporcionam cidades melhores e mais iluminadas. Ruas e praças que, em muitos casos, estão voltando a ser ocupadas pelos moradores no período noturno, hoje com maior tranquilidade, porque estão mais iluminadas.

Nas cidades que estão recebendo o Programa Ilumina + Amazonas, a aprovação da população é unânime. Depoimentos, relatos, mostram o poder transformador de uma ação que parece pequena, mas que é gigantesca em resultados – proteção ao meio ambiente, porque não emite radiação e reduz o consumo de combustíveis fósseis, reocupação dos espaços públicos pelos moradores, mais segurança, valorização de praças, prédios e monumentos.

Para as Prefeituras, é também um enorme benefício, porque a tecnologia do LED permite uma vida útil mais longa e, portanto, muito mais econômica, promovendo uma redução de até 60% no consumo de energia elétrica e, consequentemente, nos gastos com a iluminação pública pelos municípios. O aumento da vida útil evita as trocas constantes de lâmpadas queimadas, o que garante também economia nos custos com manutenção.

É uma ação pioneira, da forma como está sendo conduzida pelo Governo do Amazonas, no formato de um grande programa, com planejamento para execução em massa, o que está sendo feito pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), órgão que vem coordenando os trabalhos desenvolvidos nessa área.

Até o final do ano, o programa estará implantado em 27 dos maiores municípios do Amazonas, que passarão a contar com 100% da iluminação do perímetro urbano em LED.

O Ilumina+ já alcançou 14 municípios e sete comunidades rurais. São mais de 25 mil pontos de iluminação de LED implantados. Segue avançando em Presidente Figueiredo e Humaitá. Ainda este mês, está previsto para chegar ao Distrito de Santo Antônio do Matupi, em Manicoré. Os próximos municípios contemplados são Eirunepé, Carauari, Benjamin Constant, Tabatinga, Boca do Acre e São Gabriel da Cachoeira.

Em 2023 novo planejamento será executado, alcançando mais cidades e levando vida, luz e alegria para as ruas, para as pessoas.

Marcellus Campêlo é engenheiro civil, especialista em saneamento básico; exerce, atualmente, o cargo de coordenador executivo da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), órgão do Governo do Amazonas.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook