Morre terceiro paciente de Ariquemes com a COVID-19

Segundo o Secretário Municipal de Saúde, Marcelo Graeff, a Vigilância Epidemiológica de Ariquemes só foi informada sobre o diagnóstico da paciente após o registro do óbito

Comunicação PMA - Foto: Arquivo PMA
Publicada em 22 de maio de 2020 às 15:38
Morre terceiro paciente de Ariquemes com a COVID-19

É com profundo pesar que a Prefeitura de Ariquemes comunica o falecimento do terceiro paciente com a COVID-19, ocorrido na tarde da última quinta-feira (21). Trata-se de uma mulher de 42 anos, que possuía histórico de comorbidade (doença renal crônica). De acordo com familiares, ela estava em Porto Velho há, pelo menos, quarenta dias quando passou por procedimento para implantar um cateter abdominal, no Hospital de Base. No último dia 13, passou mal na casa de apoio em que ficava hospedada. Por apresentar sintomas da COVID-19, realizou coleta para exame e o resultado foi divulgado no dia 16. Ao manifestar piora gradativa no quadro clínico, foi internada no Centro de Medicina Tropical de Rondônia (CEMETRON), no dia 19. Chegou a ser intubada, mas infelizmente não resistiu e faleceu dois dias depois.

Segundo o Secretário Municipal de Saúde, Marcelo Graeff, a Vigilância Epidemiológica de Ariquemes só foi informada sobre o diagnóstico da paciente após o registro do óbito.

Apesar de todo o atendimento prestado a paciente ter ocorrido em Porto Velho, como esta residia em Ariquemes, seu caso eleva para 03 o número de óbitos por COVID-19 em pacientes de Ariquemes. Segundo o boletim do dia 21 de maio, o município tem 205 casos confirmados. Destes, 134 curados e 133 aguardam resultado.

NOTA DE PESAR

Neste ato, o Poder Executivo Municipal se solidariza com amigos e familiares em luto.  

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Leandro 25/05/2020

    É uma vergonha uma notícia dessa, a paciente teve agravamento no seu estado clínico causado por insuficiência renal após procedimento cirúrgico e noticiam como "MORTE POR COVID-19", aí já é covardia.

  • 2
    image
    Sarah 23/05/2020

    A meu ver é uma paciente renal crônica que pode ter vindo a óbito devido ao procedimento cirúrgico para implantar o cateter abdominal, ou devido ao agravamento de sua doença renal , o que não é incomum. No Brasil afora estão ocorrendo muitos casos em que o paciente vem a falecer desde fratura no crânio decorrente de acidente de moto a acidente vascular cerebral e colocam na conta do famoso vírus , é que o SUS paga muiiiito mais pelas internações pelo tal vírus. Outra coisa que me deixa confusa é que se a pessoa estava há quarenta dias lá em PVH e faleceu lá, certidão de óbito feita lá, por que então na estatística está como paciente com óbito ocorrido em Ariquemes????? Isso é uma incongruência. Digamos se eu tiver contato com o vírus ,tiver leves sintomas adquirir imunidade , então em qualquer tempo vou apresentar teste positivo para o vírus , se daqui a alguns meses tiver uma parada cardíaca , for internada e tiver outra parada já internada no hospital vão coletar sangue que vai dar que tive contato com o vírus e vão escrever lá que faleci de corona vírus , entendem??? Aqui em Ariquemes o nosso sistema de saúde é ótimo e confio nele e não aceito essa estória da paciente número 3 de Ariquemes , isso tudo deve ser investigado a fundo , são nossos impostos que indiretamente mantém o SUS, então mesmo nesses momentos de dor devemos fazer questionamentos.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook