NINFOPLASTIA: Cirurgia íntima ajuda a melhorar a autoestima da mulher, declara cirurgião Marcelo Almeida

Uma média de cinco mulheres se submetem à cirurgia íntima por semana apenas em sua clínica, segundo o médico

Emília Araújo
Publicada em 01 de agosto de 2020 às 09:24
NINFOPLASTIA: Cirurgia íntima ajuda a melhorar a autoestima da mulher, declara cirurgião Marcelo Almeida

Você sabe qual a finalidade da ninfoplastia, conhecida como cirurgia íntima? “Esse procedimento é realizado na mulher quando os pequenos lábios vaginais são muito grandes”, explica o cirurgião plástico Marcelo Almeida, de Porto Velho, Rondônia.

“A mulher tem dois lábios, o externo (o mais gordinho), chamado grandes lábios, e os internos (pequenos lábios)”, explica.

Quando os pequenos lábios são grandes, segundo o especialista, provoca desconforto ou mesmo dor durante a relação sexual. “Há ainda casos em que a mulher ou mesmo o parceiro precisa abrir os pequenos lábios com as mãos para que ocorra a penetração”, explica.

Autoestima

“Esses fatores deixam mulher envergonhada e com a autoestima baixa. O tratamento põe fim a esse desconforto e o aspecto estético vulvar fica mais agradável”, afirma o médico.

O cirurgião esclarece ainda que a mulher de mais idade que se submete a essa cirurgia sente-se jovem sexualmente novamente e, psicologicamente, faz uma diferença absurda na vida sexual dela.

Excesso de masturbação

Marcelo Almeida relata que as crendices populares em relação ao que provoca o crescimento dos pequenos lábios são variadas. As mais comuns são: excesso de masturbação e uma vida sexual muito ativa.

“Tudo isso não passa de crendice e faz com que a mulher tenha receio de procurar ajuda médica por ter vergonha”, esclarece.

Causa

O crescimento em excesso está associado a picos hormonais ao longo da vida. Esse fato, de acordo com ele, pode ocorrer na adolescência, na gestação ou no final da vida adulta.

“Nas mulheres mais velhas, além de crescer, costuma ficar também escuro. E quanto mais escuro a região vaginal, maior é o aspecto de envelhecimento”, pontua.

Idade ideal – cirurgia

Essa intervenção pode ser feita a partir dos 17/18 anos. “Se os pequenos lábios da garota nessa idade cresceram por conta de um pico hormonal e isso a incomoda, pode fazer o tratamento sem problema. Geralmente, faixa etária que mais se submete ao procedimento é entre os 17 e os 27 anos.

Já as mulheres mais velhas também costumam fazer esse tratamento, mas associado a outras intervenções estéticas. “Elas aproveitam que estão realizando uma lipo, por exemplo, para reduzir também os pequenos lábios”, declara.

Por semana, ele realiza uma média de três a cinco intervenções desse tipo.

Procedimento simples

Ele explica que é um procedimento simples, feito na clínica, com anestesia local. “A mulher submete-se na sexta ou no sábado e na segunda já pode voltar a sua rotina – trabalhar e dirigir (não pode andar de moto)”. A vida sexual só após 20 a 30 dias, e atividade física depois de 15 dias.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook