Para Antônio Fernando Pereira Ribeiro, parceria da Log Lab com ALMT garantiu mais controle na gestão do parlamento

O SGED, programa responsável por este serviço, está sendo redesenhado para se tornar mais acessível, ao mesmo tempo que mais seguro também

Redação
Publicada em 18 de agosto de 2020 às 10:21
Para Antônio Fernando Pereira Ribeiro, parceria da Log Lab com ALMT garantiu mais controle na gestão do parlamento

Uma parceria iniciada em 2016 já rendeu ao parlamento estadual mato-grossense a modernização de parte de seus serviços com a digitalização dos processos de gestão interna, de prestação de contas e com novas ferramentas para aproximar os representantes da população. De acordo com o CEO da Log Lab Digital, Antônio Fernando Pereira Ribeiro, a empresa presta serviços para a Assembleia Legislativa de Mato Grosso e já realizou entregas nos setores de comunicação, educação, recursos humanos, além da área específica de Tecnologia de Informação (TI).

CEO da Log Lab Digital, Antônio Fernando Pereira Ribeiro

Atualmente, por meio da parceria entre a ALMT e a Log Lab, estão em desenvolvimento seis projetos de Governança na área de TI, sendo que alguns deles já estão finalizados ou em fase de implantação ou passaram por recente atualização. Como é o caso do Diagnóstico de Governança, que faz uma avaliação do processo já desenhados, identifica distorções e apresenta as metas para adequações.

“Estamos auxiliando o órgão a corrigir falhas que comprometem o bom desempenho dos processos e assim viabilizar mais agilidade e eficiência, principalmente nas tarefas internas. Os sistemas passam por um diagnóstico minucioso”, explica Antônio Fernando Pereira Ribeiro.

O SGED 

Outro importante trabalho em andamento é com relação a gestão de protocolos e documentos. O SGED, programa responsável por este serviço, está sendo redesenhado para se tornar mais acessível, ao mesmo tempo que mais seguro também. Com o novo SGED será possível acompanhar toda a tramitação de documentos dentro da Assembleia, rastrear por onde passou, quem teve acesso e quais os encaminhamentos em cada setor.

Além disso, também haverá uma ferramenta de segurança para blindar os documentos sigilosos e outra de busca para encontrar em qual estágio o protocolo se encontra. “Neste serviço estamos auxiliando na implantação do histórico documental para o registro de data, hora e das pessoas que tiveram acesso ao documento. Também será possível designar a responsabilidade pelo documento para outro servidor, caso necessário”, afirma Antônio Fernando Pereira Ribeiro.

Ensino a distância (EAD)

Isso sem falar dos trabalhos já finalizados que geraram resultados positivos para o órgão, sobretudo neste período de pandemia. Como o software de ensino a distância (EAD) desenhado e implantado na Escola do Legislativo. Com ele os professores e gestores da Escola podem gerenciar todos conteúdos, notas e até tirar dúvidas dos alunos de forma remota e a distância.

Ao mesmo tempo, os servidores que estão realizando cursos de capacitação passaram a poder acessar de casa, garantindo o aperfeiçoamento no período de teletrabalho. 

Para o setor de comunicação, o WebCom possibilitou a gestão de todas as peças publicitárias da ALMT na imprensa. Desde o controle de veiculação, faturamento, pagamento e o controle de entrega são gerenciados e fiscalizados pela Secretaria de Comunicação.

Ao todos, são 15 frentes de serviços realizadas por meio da parceria, sendo que cinco já foram concluídas, nove estão em execução e tem a uma a ser iniciada. Para Antônio Fernando Pereira Ribeiro, com as entregas da Log Lab, a Assembleia Legislativa permite um controle maior de suas ações por parte da sociedade, ao mesmo tempo que melhora a qualidade dos serviços internos e possibilita que os servidores tenham melhores condições de trabalho.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook