Prefeitura cobra de empresa início imediato do transporte escolar

O secretário da Semed, Márcio Félix, já entrou em contato com o responsável pela empresa e cobrou agilidade, reforçando sobre o compromisso assumido com o Município e com a comunidade.

Comdecom
Publicada em 07 de maio de 2019 às 11:10
Prefeitura cobra de empresa início imediato do transporte escolar

A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), informa que o prazo acordado para que a empresa Freitas, contratada para o transporte escolar terrestre rural, efetivasse o serviço, em sua totalidade, era dia 30 de Abril. A empresa não justificou, até o momento, a ausência de veículos em algumas localidades, mas a Semed já fez a notificação para as devidas penalidades.

O secretário da Semed, Márcio Félix, já entrou em contato com o responsável pela empresa e cobrou agilidade, reforçando sobre o compromisso assumido com o Município e com a comunidade.

“Contamos com o esforço da empresa. É sabido que ela assumiu o serviço mediante a Justiça e o prazo foi estipulado pela própria empresa, na certeza de que, no período estipulado, estaria com a frota toda em circulação. Portanto, estamos aguardando a efetivação do contrato o mais rápido possível. Nossas crianças não podem mais continuar fora de sala de aula”, destacou Márcio Félix.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

Regime semiaberto não é privilégio

Regime semiaberto não é privilégio

As redes sociais se incendiaram com a notícia da autorização judicial para Alexandre Nardoni cumprir, em regime semiaberto, o restante de sua pena de 30 anos, proferida em 2010, pelo assassinato de sua filha Isabella Nardoni, em 2008.