Presidente Laerte Gomes diz que CPI da Energisa não vai ceder às pressões

Parlamentar garantiu que não haverá nenhum desconto na cobrança do que a Energisa deve ao Estado

Eranildo Costa Luna-Decom-ALE/RO Fotos: Marcos Figueira-Decom-ALE/RO
Publicada em 11 de outubro de 2019 às 12:02
Presidente Laerte Gomes diz que CPI da Energisa não vai ceder às pressões

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), disse na tarde desta quinta-feira (10), ao participar de Sessão Solene no plenário da Casa, que a CPI da Energisa segue forte e atuando para defender a sociedade de Rondônia, com total apoio e respaldo da presidência e de todos os parlamentares. 

"Quero dizer à sociedade de Rondônia que não adiantam pressões, não adianta plantar matérias caluniosas na mídia, tentando desacreditar a opinião pública, nada disso vai funcionar. Esse parlamento não vai se curvar a isso", garantiu o presidente. 

Laerte Gomes afirmou ainda que "quando a Energisa adquiriu a concessão, pelo valor de R$ 50 mil, tinha uma série de obrigações que precisava cumprir, mas ela tem ignorado isso. Devem R$ 2 bilhões ao Estado de impostos, o que equivale há dois anos de receita da empresa, e querem pagar apenas R$ 700 milhões. Ou seja, são bravos, são duros para cobrar do consumidor, mas 'bonzinhos' na hora de pagar o que devem. Não terão desconto de nada! Vão ter que pagar tudo o que devem ao Estado e ao povo de Rondônia. Esse é o nosso compromisso". 

De acordo com o parlamentar, "andando nos bairros mais carentes, constatamos que as famílias precisam fazer uma escolha: ou compram a comida ou pagam a conta de energia. Não dá para aceitarmos mais isso: a nossa população ser tratada dessa forma por uma empresa que chegou ontem em Rondônia e acha que aqui não existe leis, que não temos instituições em defesa da sociedade", 

Ele disse também que "não podemos aceitar aumentar a tarifa de energia pelo preço que querem, trocar os medidores como quiserem, sem sequer se identificar, cortam o fornecimento de energia em vésperas de feriados e de finais de semana, embora e lei proíba. Enfim, uma série de atitudes que nos revoltam e revoltam a toda a sociedade".

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Mariana 13/10/2019

    Concordo plenamente com o Cobra Preta, está ficando ridículo estes políticos quererem mostrar serviço e dizerem que estão incomodados com a Energisa. Tudo se acerta e cadê o ICMS que onera muito mas muito mesmo as contas, ninguém fala!!

  • 2
    image
    Chico Bento 12/10/2019

    Não se preocupem, as coisas vão melhorar, esta empresa é privada, logo é eficiente. Se fosse estatal era paquiderme e cabide de emprego. A tarifa ainda está defasada, deve subir mais uns 40% e aí sim equilibrar as coisas. Quem viver verá.

  • 3
    image
    COBRA PRETA 12/10/2019

    PARA DE BRICADEIRA O POVO DE RONDONIA NÃO AGUENTA MAIS TANTA MENTIRA POIS DESDE QUE ESSA EMPRESA CHEGOU A PORTO VELHO TODOS OS POLITICOS JA SE MANIFESTARAM CONTRA E COISA ESTA DO MESMO J.EITO OU PIOR , TENHAM VERGONHA NA CARA E PAREM DE MENTIR PRO POVO.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook