Tabela corrigida com cálculos do piso dos professores é publicada

A tabela retificada atende os critérios garantidos pela Mesa Estadual de Negociação Permanente – MENP

Secom - Governo de Rondônia
Publicada em 10 de outubro de 2019 às 14:35
Tabela corrigida com cálculos do piso dos professores é publicada

O decreto nº 24.323 assinado nesta segunda feira (07) que atualiza e regulariza o piso nacional dos professores do magistério foi um ato administrativo em cumprimento a lei federal previsto na Lei Federal 11.738 de 16 de Julho de 2008, a primeira tabela que acompanhava o decreto continha erro de cálculo, mas a equipe técnica da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e Sefin fizeram os procedimentos necessários para correção e nesta terça-feira (08) publicou uma errata no Diário Oficial (Diof) com a tabela original e os valores corrigidos.

A tabela retificada atende os critérios garantidos pela Mesa Estadual de Negociação Permanente – MENP, responsável por negociar, analisar e acautelar as propostas de Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração na Administração Pública Direta, Autárquica e Fundacional do Poder Executivo do Estado de Rondônia.

O secretário de Estado da Educação Suamy Vivecananda assumiu que houve um equívoco por parte da equipe técnica ao publicar uma tabela que não havia sido aprovada pela MENP, e que será feito os procedimentos apuratórios e necessários para o caso.

Confira a retificação da tabela.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Professor 12/10/2019

    Se muitos técnicos fizessem corpo nas greves quem sabe poderiam ter conquistado mais.

  • 2
    image
    Azevedo 11/10/2019

    Divulgar uma tabela pela manhã e depois retificar a tarde, é algo digno de MOBRAL!!!

  • 3
    image
    SILVIO MARAN 11/10/2019

    Esta tabela é imoral, os téc. Educacionais estão com salários defasados, reparem que ela começa com menos de um salário mínimo na ref. 01. Jamais a Educação/SINTERO deveria permitir isso. Educação não é feita somente de professores. Por onde passamos percebemos a indignação dos Tec. Educacionais do Estado de Rondônia.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook