OAB/RO manifesta apoio à advogada Maíra Fernandes por ataques e críticas que vem sofrendo

“A Seccional Rondônia repudia todo e qualquer desrespeito ao livre exercício da profissão, uma vez que o profissional tem o dever de defender o cidadão e a Constituição”.

Ascom OAB/RO
Publicada em 11 de junho de 2019 às 09:14
OAB/RO manifesta apoio à advogada Maíra Fernandes por ataques e críticas que vem sofrendo

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO) solidariza-se e manifesta apoio à advogada Maíra Fernandes, que está sendo alvo de críticas por ter aceitado defender o jogador de futebol Neymar Junior da acusação por estupro feita pela modelo Najila Trindade Mendes de Souza.

O presidente da OAB/RO, Elton Assis, destaca que as críticas à advogada são lamentáveis. “A Seccional Rondônia repudia todo e qualquer desrespeito ao livre exercício da profissão, uma vez que o profissional tem o dever de defender o cidadão e a Constituição”.

Para a secretária-geral adjunta e corregedora da Seccional, Aline Corrêa, qualquer cerceamento ao exercício da advocacia é inadmissível. “A escolha sobre que causa defender cabe apenas ao profissional. Não é aceitável que uma representante da advocacia, como Maíra Fernandes, sofra constrangimentos por seu exercício profissional”.

O presidente da Comissão dos Advogados Criminalista da Seccional, Breno Mendes, conta que a advogada milita em favor de minorias e para a causa feminista, sendo uma das mais renomadas advogadas criminalistas do país. “É um absurdo ser questionada por ter aceito patrocinar uma causa, independente de quem seja e do que o cliente esteja sendo acusado. Todos têm direito de defesa”, diz.

A presidente da Comissão da Mulher Advogada (CMA), Karoline Monteiro, ressalta que a advogada tem liberdade e independência no seu exercício profissional, sendo primordial a preservação do seu direito de defender tecnicamente seu cliente sem qualquer interferência, julgamento e discriminação. “A atuação técnica não pode ser confundida com opinião pessoal, muito menos colocar em dúvida a sua militância em prol das causas femininas brilhantemente exercida”, fala.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

Nota pública
OAB

Nota pública

A independência e imparcialidade do Poder Judiciário sempre foram valores defendidos e perseguidos por esta instituição, que, de igual modo, zela pela liberdade de imprensa e sua prerrogativa Constitucional de sigilo da fonte, tudo como forma de garantir a solidez dos pilares democráticos da República.