Homem de 40 anos, armado com faca, ameaça cortar pescoço de bebê e acaba preso

Feirantes denunciaram que morador de rua é uma ameaça a outras crianças.

Jéssica Chalegra - Folha do Sul
Publicada em 08 de março de 2019 às 16:35
Homem de 40 anos, armado com faca, ameaça cortar pescoço de bebê e acaba preso

Uma mulher de 36 anos e seu filho, um bebê de colo, sofreram ameaças de morte na tarde da quinta-feira, 07, em Vilhena. O caso foi registrado no bairro BNH e resultou na prisão de Wanderlei Alves da Silva, de 40 anos.

Conforme consta no boletim de ocorrência, a vítima estava com a criança em frente o seu salão de beleza, quando Wanderlei chegou e lhe pediu água, mas ela disse que não tinha. 

Diante da negativa, o sujeito tirou uma faca da cintura e ameaçou a criança, dizendo que iria matar o menino, cortando seu pescoço, além de afirmar que já havia matado um na feira livre do próprio bairro BNH.

Assustada, a mulher correu para dentro de seu estabelecimento comercial e trancou a porta. De lá, acionou a Polícia Militar.

Uma guarnição fez buscas pelas proximidades de onde o caso aconteceu e encontrou Wanderlei em um box da feira, bem como a faca usada para fazer as ameaças. Como ele se alterou, foi preciso algemá-lo para garantir a segurança dos policiais.

O suspeito, inclusive, estava morando no lugar usado pelos feirantes para trabalhar. Populares relataram que devido a sua presença no local, ficam intimidados por causa dos xingamentos que ele direciona aos que passam pelo local e por sua agressividade.

Contaram também tornou-se rotineira a solicitação de moradores para retirá-lo do local, já que ele aborda os transeuntes com ameaças de morte e onde ele ficava é um espaço com fluxo de crianças e adolescentes, visto que fica atrás de uma escola.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook