No Conferência Nacional da Advocacia, Alex Sarkis e Iasmini Dambros destacam necessidade de defesa permanente das prerrogativas

Encontro Nacional de Defesa das Prerrogativas elencou ainda os avanços da defesa das prerrogativas

Ascom OAB/RO
Publicada em 30 de novembro de 2023 às 08:44
No Conferência Nacional da Advocacia, Alex Sarkis e Iasmini Dambros destacam necessidade de defesa permanente das prerrogativas

“Precisamos avançar mais e essa evolução depende de nós”, disse o conselheiro federal de Rondônia e procurador nacional de Defesa das Prerrogativas, Alex Sarkis, durante o do Encontro Nacional de Defesa de Prerrogativas que ocorreu na terça-feira (28/11) na 24ª Conferência Nacional da Advocacia, realizada em Belo Horizonte (MG).

Em sua fala, Sarkis destacou o papel da OAB-MG na defesa de prorrogativas e alertou, que apesar dos avanços alcançados em todo país, é preciso lutar mais.

O encontro reuniu procuradores, presidentes de comissões e delegados de prerrogativas da Ordem de todo o Brasil para discutir a temática. A vice-presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas de Rondônia, Iasmini Scaldelai Dambros, também esteve presente e assinalou algumas das violações de prerrogativas da advocacia mais recorrentes no estado e o trabalho que a CDP tem realizado na Seccional. “Nosso trabalho é constante e intenso e só assim vamos avançando. Mas é preciso que todos deem os braços para a defesa permanente das nossas prerrogativas. Não é de um advogado, é de toda a categoria”, disse.

Prioridade para a atual gestão tanto em âmbito nacional como estadual, a defesa das prerrogativas é a garantia de que os profissionais da carreira terão liberdade para atuar na defesa do cumprimento da lei e não terão seus direitos violados nessa missão. Durante o evento, os participantes destacaram os avanços obtidos nos últimos anos, como a criação do Cadastro Nacional de Violadores de Prerrogativas.

O presidente da Comissão Nacional de Defesa de Prerrogativas e Valorização da Advocacia, Ricardo Breier, conduziu o encontro e lembrou que é essencial a realização de um trabalho conjunto para que os casos de violação sejam devidamente combatidos. “É muito importante que os nomes dos transgressores sejam inseridos no Cadastro para que haja punição”, disse.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook